Com o isolamento social necessário devido à Covid-19, a prática de atividades em casa via plataformas on-line está em alta. E não é só para entreter e espantar o tédio: trata-se de valorosa contribuição com a saúde mental, que ajuda a evitar quadros de ansiedade e depressão.

Yoga, meditação, exercícios funcionais, a exemplo do que a CAASP oferece para a advocacia, exercem esse papel.

“Essas atividades são maravilhosas, e podem ser usadas como coadjuvantes no tratamento de sintomas de transtornos psiquiátricos. Claro, nos quadros diagnosticados de transtorno, não substituem o acompanhamento psicológico e farmacológico”, explica Sibele Faller, diretora científica Bee Touch, parceira da Caixa de Assistência na plataforma de saúde mental CAASPsico.

“É importante que essas atividades tenham regularidade, que componham realmente a rotina das pessoas e não sejam apenas algo esporádico”, salienta a psicóloga.

Coordenadas pelo Departamento de Esportes e Lazer da CAASP, sob responsabilidade do diretor Roberto Araújo, as aulas de yoga e os treinos funcionais disponibilizados no Mês da Advocacia mobilizaram 809 pessoas. Já as sessões de meditação realizadas pelo Instituto Evoluir para a advocacia, iniciativa do setor de Eventos da Caixa, área sob responsabilidade da diretora Andréa Regina Gomes, tem reunido 100 advogados, advogadas, estagiários e estagiárias de Direito a cada seção, sempre às segundas-feiras, às 20 horas, para a prática milenar.

No caso dos treinos funcionais, soma-se ao fator antiestresse a necessidade de manter músculos e articulações em dia, evitando-se lesões. Foi essa a preocupação que levou as advogadas Leda Maria de Andrade, de Ribeirão Preto, e Inês Ferreira da Silva, de Taboão da Serra, a aderirem ao programa de exercícios da Caixa. Ambas participam das aulas de treino funcional da educadora física Andréa Gomes, ministradas às terças e quintas-feiras, às 19h30.

“Os exercícios respeitam o grau de dificuldade os participantes e são desafiadores. A professora, além de notável conhecimento e experiência na área, está sempre de bom humor, incentiva e corrige a execução dos nossos movimentos de forma muito atenciosa”, observa Leda.

“Achava que treinos em casa e on-line não dariam certo, justamente por conta das correções que podem se fazer necessárias. Mas fui surpreendida pela atenção com que a professora conduz a aula e faz todas as correções em nossos movimentos”, registra Inês.

Quem também quebrou paradigmas foi a advogada Christina Alexandra Telles da Silva, de São Paulo. Ela aderiu às aulas de SwáSthya Yôga às segundas, quartas e sextas-feiras, às 20h, com instrutores da Pura Vida On-line, parceira da CAASP.

“Confesso que, no início, fiquei imaginando como seriam as aulas e se conseguiria acompanhar, mas, realmente, o fato de estar praticando os exercícios com o professor em tempo real, ainda que on-line, traz sensação de segurança e motiva, diz Christina.

Manter-se ativas de modo on-line tem sido uma ferramenta importante para as advogadas Paula Tateishi Mariano, de Campinas, Adriana Ribas Fukushima, de Ipiguá. Elas diminuíram o estresse e a ansiedade potencializados pelo isolamento social.

“Eu estava numa rotina de trabalho muito intensa e de certa forma nociva. Desde que iniciei as aulas encontrei um equilíbrio entre o trabalho, o descanso, a boa alimentação e o sono”, conta Paula, que aderiu ao yoga.

“São inúmeros os benefícios. Sinto-me muito mais disposta fisicamente e incentivada. A mente fica mais leve, o cansaço mental some nas aulas”, salienta Adriana, que integra o grupo de treino funcional.

Laís Fichina, de Ribeirão Preto, destaca o ganho motor e a consciência corporal adquiridas com as aulas de yoga: “Hoje, meu corpo está muito mais alongado e flexível do que na primeira aula. São ganhos que vão além do momento de aula, pois percebo que minha postura durante as horas de trabalho também melhorou”.

Adepta das sessões de meditação, a advogada Juliana Romani Cagnacci, de São Paulo, diz que o maior benefício dessa atividade “é a capacidade de nos fazer abster por alguns momentos dos problemas do dia a dia, de trazer uma paz interior que nos reconectarmos conosco. Essa percepção de que a meditação é um momento de conexão comigo mesma foi algo que só percebi durante as sessões guiadas oferecidas pela CAASP e, no final das contas, é algo de suma importância”.

Para Andréa Aparecida Tessaro, os maiores benefícios da meditação são a calma, o equilíbrio e o controle das emoções, especialmente da ansiedade, e o aumento da concentração”. Segundo a advogada de Mairiporã, trata-se de “experiência única, difícil de descrever, mas que eu encorajo os colegas, advogados e advogados, a experimentarem”.